12 abril 2009

Veneno Que Cura

O teu respirar no meu ouvido, é algo mais que água para a alma, é veneno que cura, é veia aberta no meu peito, é nódoa de dó e de mi, é algo mais que fera pelo caminho, mais que uivo de lobo ao acordar...é brilho de Lua no cantar do dia, é voz de Mar na riqueza insane de minha mente, é desenhar com carvão em pedra rude, é atear em mim fogo permanente...é escalar o teu corpo, pele na pele, escorregando levemente no suor do teu ser...tropeçar no doce do teu beijo, deixar-me cair no teu peito, e pedir-te calada, que me deixes ficar assim..

4 comentários:

Afobório. disse...

belo, belo demais mesmo.

sorte e luz.

gabyshiffer disse...

humm
muito bom ouvir a respiração dele e o surrurar no meu ouvido que me arrepia toda...
lindo poema amiga amei
Olha,
tem selo e Meme no meu pra vc
boa semana e Beijos na alma!

Mr.D disse...

isto aquece :)

JC disse...

Lindas as imagens com que ilustres cada texto. Seriam telas maravilhosas.
Como é bom ouvirmos o respirar de alguém junto do nosso ouvido. Especialmente se esse alguém nos diz muito em termos afectivos. O respirar ofegante, como que nos trasmite uma mensagem. Uma mensagem de amor, de carinho, de alguém que nutre por nós um amor imenso. Transporta-nos para um mundo de amor, em que dois corpos se entrelaçam e, enquanto descansamos a nossa cabeça no peito da pessoa amada, ouvimos o bater acelerado do seu coração, tão acelerado como se fosse o correio na sua azáfama a trazer-nos um bilhete, uma carta, com uma mensagem de amor.E traz. Traz a mensagem de alguém apaixonado que quer transmitir essa paixão à sua ou ao seu amado.É a tal mensage que nos vem trazer o brilho da Lua a voz do mar e o fogo ardente do amor.
Beijinhos