25 abril 2009

Teatro de Segredos


Põe-se o Sol...ainda é cedo, as estrelas e a Lua convidam-nos para um bailado divinal...entregam à Luz e ao Vento o prazer de nos preparar, ao Mar cabe-lhe um papel imperial, unir em momento as nossas almas, transformá-las em areia molhada...fazer de nós o que quer,...coloca-nos deitados, cobre-nos de desejos e vontades...perante este Céu que nos observa incrédulo...e em que o Tempo se coloca à distância, transformando-nos em uma só alma...a sua alma...em vida!
Cravando no meu corpo o teu olhar, despindo-me apenas com um sorriso, abraças-me junto ao peito...presente e distante do nada, entregue num unico momento...num segundo, ao tudo!
É vida, e vida é teatro, e teatro é cumplicidade, é festa, é sublime bailado de segredos...

A imagem é uma das muitas obras de arte de Boris Vallejo!
Não encontraria imagem melhor para ilustrar uma peça de teatro em que a cumplicidade e a confiança tomam o papel principal!

5 comentários:

Princesa disse...

Lindo
minha amiga parabens hoje se esmerou estou a adorar
um beijo grande
Princesa

Renan Barreto disse...

Minha nossa. Que texto e que imagem. A figura é linda! Lembra até um pouco Beserk... Olha, adorei quando você falou que a vida é um teatro. E é mesmo, somos personagens que mudam conforme as situações, somos imagens, somos pessoas inventadas, não somos reais e nunca fomos. Dizem que o meio é que nos molda, mas acabamos usando outros meios pra nos reinventarmos também, né? rs

Muito bom o seu blog Liliana ou Palma da mão, que eu pedi em casamento no blog do Tamburro. rsrs Seu texto é muito bonito. Pena que o meu blog não tem muito o que oferecer além de textos estúpidos com idéias idiotas (droga botei acento. Vai ficar assim rs). Lá eu só falo bobagem. rs Enfim, foi uma grata surpresa tê-la como visitante e espero tê-la lá (êêêê cacófago) sempre.

bjo
Valeu!!!

http://melhoropiniao.blogspot.com (O meu blog principal)

Blue disse...

Cumplicidade, confiança. Que par perfeito! Daí pra felicidade, é questão de momentos...
Beijoss

Cadinho RoCo disse...

No teatro da vida toda representação há de ser sentida.
Cadinho RoCo

Yara Albuquerque disse...

Obrigada, essa solidão um dia vai passar, tem que passar...
E de acordo com o seu texto, que a vida é um teatro, concordo, a minha virou um tatro constante, tendo que ser uma pessoa diferente em cada cena...

Beijoks