08 abril 2009

Brilho de Um Beijo

Em cada voo de um beijo sinto o calor do meu peito ensurdeceder o silêncio da minha voz, ao gritar por mim, dentro de água...perco-me no meu papel de parede e encontro-me apagada na réstia de fogueira acesa ao luar, escondo-me do tempo, e lentamente sinto-me erguer quase que remotamente na verdade de um abraço, na leveza da minha maneira de ser...sinto-me renascer das cinzas, nua, cravado na minha pele, vejo o ontem e o anteontem, nas minhas unhas o brilho da chuva, e a cada cambalear sinto escorrer do meu cabelo, o perfume de outrora contagiando a minha alma...nos meus olhos o hoje, porque do amanhã nada sei...não, não me contes, não preciso de saber tanto quanto tu, preciso só de acordar e ser capaz de fazer-me sorrir...agarrada por raíz de eucalipto, venero a minha morte, aproveitando o melhor da vida, como se cada amanhecer fosse nascer de novo, aplicando nesse renascer o antes absorvido, criando um atalho em busca pela perfeição do respeito ao próximo, como a mim mesma...

7 comentários:

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Hum lindo demais ehehe!!!
Vim agradecer suas visitas e seus comentários sempre carinhosos!

Uma linda noite de amor pra você!
Beijos fica com Deus!

JC disse...

O amanhecer é mesmo como o nascer de novo. É o nascer de um novo dia. O nascr, quem sabe, de uma vida que até aí não tinhamos vivido. Uma vida difrente. Uma vida melhor. Uma vida mais preenchida. Uma vida com um novo amor, ou o cimentar do já existente.
Não me canso de vir ao teu blog. É sempre com uito prazer que o faço. E também não me canso de te dizer que os tus textos são lindos, muito bem escritos, cada palavra escolhida criteriosamente para transmitires a mensagem que queres.
Os teus textos dão-nos ânimo para encarar a vida de uma forma positiva e, além disso, fazm-nos ver que a vida é bela.
Beijinhos

Palma da Mão disse...

Obrigada Anna:)Linda, eu é que agardeço o teu carinho.

Obrigada JC, de facto é sempre bom ver-te por aqui, as palavras são os sinais da nossa alma, e tais como os do corpo, levam-nos sempre em direcção a um caminho, seja ele qual for, quando percebemos que sim, não interessa que milhares nos digam que não...

Beijinhos lindos

Afobório. disse...

olá.

obrigada pelo comentário.

"...agarrada por raíz de eucalipto, venero a minha morte, aproveitando o melhor da vida, como se cada amanhecer fosse nascer de novo, aplicando nesse renascer o antes absorvido, criando um atalho em busca pela perfeição do respeito ao próximo, como a mim mesma..."

adorei isso.

sorte e luz, voltarei.

{Nanda}_A disse...

Linda amiga minha....

Primeiro lhe peço que permita-se sim visitar sempre meu espaço... seus comentarios deliciosos me fazem bem...

Segundo, todos nós renascemos todos os dias de diversas formas, simplesmente porque somos seres mutantes...
E dar asas a imaginação, ver-se em detalhes de nosso cotidiano nada mais representa do que estarmos permitindo não apenas sentir, mas principalmente viver...

beijos no coração

Me permita disse...

Oi, minha amiguinha virtual, tão real, sinto-te perto de mim! Adoro essa tua casa, o teu carinho... Passei pra te desejar uma feliz páscoa!!!
Bjs, menina!!!

Palma da Mão disse...

Volta sim Afobório...obrigada pela visita e fico feliz que tenhas gostado;

Oh Nanda, miga linda, vou visitar sempre sim, eu já estou viciada né?Rsrs, nada a fazer, rsrs

Arthur, sabes meu amigo, o virtual, termina, quando começamos a sentir-nos com uns com os outros, e conseguimos sim sentir saudades, e conseguimos sim sentir-nos pertinho uns dos outros, e nós já passámos o virtual, a meu ver, há imenso tempo:)
Somos sim reais...
E volta sempre, a casa é nossa...


Beijinhos