23 março 2009

Tua e de Ninguém



Cenas de uma história de entrega total, de corpo e alma, de um respeito perfeito, de simbiose entre sentidos, de explosões de arcos-íris, de dança nas nuvens, que sinto hoje melhor do que ninguém, chegou ao fim...

Rosa com cheiro de rosa, piano com cauda, palavras por palavras, tudo é sempre de alguém!

Continuarei a ser eu assim, simples, viva, mulher...

Minha e tua, tua e de ninguém...

4 comentários:

manzas disse...

Engano com palavras mudas o grito que cala
Esperanças na ponta da lança que fere o peito
Atingindo sentimentos sentidos por defeito
Descritos pelo som da escrita, que por si fala

Passando para agradecer a gentil visita
Retribuindo de uma forma que emana
Em aqui estar e ler sua sublime escrita
E desejar-lhe uma extraordinária semana

O eterno abraço…

-MANZAS-

Palma da Mão disse...

Obrigada, isto vai passar, tudo passa mesmo um dia...
Não somos mais que forasteiros de uma vida, em que um emprega sempre mais que outro, em que um vive mais que outro, em que um solta sempre o grito final...
Beijinhos e Obrigada mais uma vez pela força
Liliana

Fragmentos Intemporais disse...

Fantástico o seu cantinho...

Adorei a música, as fotos, as palavras!

Conheça os meus

Fragmentos Intemporais

EROTICAMENTE FALANDO

aTrEvA-sE

beijocas ********

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava.

boa história. :)

beijocas