24 março 2009

Pedras

Das varandas do Tejo grito o teu nome, pergunto por ti ao menino das águas, responde calado que não te sentiu...Sinto-me perto de tudo e de nada...corro na margem do Sol, e nas estrelas brinco às escondidas com a Lua, fazendo das nuvens escala de som...um som profano do meu beijo, que sozinha me torna encantada como qualquer sereia à deriva, perdida, linda num rio que é de ninguém... sou hoje monte de letras, letras que se perdem no cinzento do dia, e transformam os meus sonhos em simples fado, que foi escrito e cantado um dia, só para alguém...

8 comentários:

:: Fatima :: disse...

Oie...
Minha primeira vez por aqui e simplesmente adorei tudo o que li!Seu blog e muito legal.
Os posts sempre interssantes...Espero voltar mais vezes...Boa semana...bjos!

Daniel disse...

Onde fica esse paraíso? Me diz?
Lindo demais
Parabéns
Beijo

EU SOU NEGUINHA disse...

Ahh,o amor que nos leva ao PAraiso....
Linda Menina...
Beijos ti

KENZO disse...

... palbras plenas de sentimentos, calor, ternura e amor... fragmento de um blog que reflete um ardente coração . beijos

Tatiana disse...

Uma doce e terna paixão... descrita em palavras!

Um dia repleto de dádivas para você!

Um abraço carinhoso

Bruxinha disse...

Ola miga.
Não tenho conseguido aparecer. Muito trabalho....
Mas agora li e bebi todas as tuas palavras nestes ultimos posts.
Maravilhoso amiga, como sempre.

Beijokas e desculpa não ter aparecido

Desejos Aliciantes disse...

O amor pode tudo e faz tudo ser melhor...
Boa noite pra vc amkiga
Beijos na alma!

Cadinho RoCo disse...

Há sempre um dia que é de alguém.
Cadinho RoCo