26 maio 2009

...

...

Porque teremos sempre de escrever algo que faça sentido...prefiro tanto mais escrever sem sentido nenhum, ou até um sentido irrequieto...prefiro ser casta de mulher...mulher de carvalho...prefiro ser raiz...folha...prefiro ser mistura de tudo o que não sei onde está...prefiro ser fumo de som de pássaro, sombra de sonho acordado...rumo de monstro e fantasma...prefiro ser ponteiro de relógio parado...ser garrafa de vinho esculpida, coberta de pó pelo tempo...prefiro ser falada ou esquecida...preferiro deixar de acreditar...não me entendo nem a mim...

...e a ti, quem te impede de escrever...ainda que não faça sentido algum...escrever é falar...é pensar...gritar...mostrar...escrever é viver...
para mim sim...escrever é simplesmente viver...

22 comentários:

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

viver é bom, especialmente quando se recebe um carinho da pessoa amada!
muito obrigada pelas visitas constantes ao Nosso blog e os comentários deliciosos que Nos deixa...
beijos docinhos

maria{SS}

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá querida amiga:

..e a ti, quem te impede de escrever...ainda que não faça sentido algum...escrever é falar...é pensar...gritar...mostrar...escrever é viver...
para mim sim...escrever é simplesmente viver...

Simplesmente arrasador este final, é como dizer-se:

(Quem não se sente não é filho de boa gente).

É por isso que eu adoro vir aqui e ver estas maravilhas que saem de ti.

Como Camões diz num livro que possuo sobre sua vida:

Um local onde ele esteve e de uma paixão que ele viveu intensamente ditou ele.

(Foi aqui que eu espiei os meus pecados de amor)..

Pecados de amor poderá alguém pensar ser pecador mas onde existe amor não há pecado.

Para ti boa amiga, vão meus votos de felicidades bjos e dia feliz..

Palma da Mão disse...

Nada tens que agradecer Maria, eu sim, terei de vos agradecer a forma como sorris, e a forma como partilhas com o mundo o sentimentoque te invade o coração:)
Beijinhos

Palma da Mão disse...

Essa frase meu amigo Aqui-Ali-Acolá, é sem duvida estonteante, sublime até...desconhecia...talvez seja apenas isso...
não sei...pode ser isso sim...obrigada:)
Beijinhos e um dia feliz para ti também

DocePecado disse...

Sem sentido ... sentido mesmo !...

Parabéns !!!

Beijo

Palma da Mão disse...

Obrigada DocePecado, sabes por vezes sinto-me vidro...frágil e transparente demais...outras vezes sinto-me rocha, dura e apenas capaz de ser atravessada pela força da chuva e do vento...sou gente simplesmente...
Beijinhos

Mr Nelson disse...

simplesmente brilhante... compreendo prefeitamente o teu carinhoso toque literário, que que acaricias quem te lê... mas nem todos são iguais.

beijo doce

Palma da Mão disse...

Obrigada Mr Nelson, de facto uma grande e curiosa verdade...nem todos somos iguais, aprendamos então a distinguir-nos...
Um toque tão especial como o de uma simples pétala, é recebido por dois corpos de forma diferente...um beijo escrito, é sentido por todas as almas de forma única e sempre especial...não sou diferente de ninguém...sou meramente gente...
Beijo doce

Mr Nelson disse...

Gostei da resposta.. Eu... como tu sabes, não sou melhor nem pior... apenas diferente... e... é sempre um prazer comentar o teu blog... só que nem sempre as palavras saem da mente para os dedos.

beijos litográficos em teu redor

Palma da Mão disse...

Eu sei meu amigo, eu sei Mr Nelson, e entendo bem...é sempre para mim um prazer saber que estás pertinho de mim:)
Beijos doces

Everson Russo disse...

Os mais gostoso de escrever e justamente não ter sentido algum, puxar do fundo da alma, sentimentos, loucuras, inquietações e que muitas vezes as pessoas leem e nao entendem, outras vezes, fazem suas as nossas historias e tem uma visao totalmetne diferente do que pensamos e escrevemos e o bom é isso, são varias cores e muitos mundos, beijos carinhosos pra ti e uma linda tarde...

Palma da Mão disse...

Sem duvida Everson, sem duvida, e o que nos move são mesmo as várias cores do mundo, das pessoas que de uma ou de outra forma, estão bem perto de nós:)
Obrigada migo
Beijinhos

Blue disse...

Escrever, pra deixar a alma falar!

Beijos

Nely disse...

Olá Liliana.
Perdida ou encontrada,
escrita ou por ecrever,
real ou inventada,
a palavra é um pincél...e tu fazes belos quadros com ele.
Parabéns amiga e obrigado pelo teu carinho.
Nely.

Anónimo disse...

Sê tudo, sê sempre tudo. Mas sempre TU. Com a pessoa fantástica que és :)

Bjo enorme
XP

Palma da Mão disse...

Nem mais Blue, nem mais...faz-nos bem escrever...com ou sem algum sentido...
Brigada migo
beijinhos

Palma da Mão disse...

Olá Nely, eu é que tenho de agradecer as tuas palavras...espero pintar obras loucas, daquelas em que a legenda seja só...rs...qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência,rsrs
beijinhos querida
Liliana

Palma da Mão disse...

Sempre Xp, meu amigo, em cada momento, quando sorrio, quando me deixo lavar em lágrimas, quando discordo e concordo, quando me zango, e barafusto até com o amanhecer,rsrs, sempre eu...
Beijinhos e brigada

Eros y Psiké disse...

Como as conchas se abrem ao sentidos, quando o mar as acaricia com a espuma das palavras... beijos, J.M.

PreDatado disse...

EScrever pode também ser um acto libertário.

Palma da Mão disse...

Obrigada J.M., as entrelinhas do ser e do sentir...quero também eu felicitar-te pelo teu espaço maravilhoso,e pela força que respiras a cada palavra:)
Beijinhos
Liliana

Palma da Mão disse...

Sem duvida PreDatado, escrever é isso e muito mais que isso, é viver o que se escreve...
Brigada
beijinhos