20 julho 2009

Tatuando O Sentido da Teia

...Quando nos sentimos vagos, o olhar penetrante de uma simples aranha pode fazer de si mesma a nossa melhor companhia...embrenhada na sua teia, cheia de tempo e dedicação a si mesma...tentamos entender até a nossa própria existência...e deixamos que os porquê nos façam refém a alma...tentamos olhar pela janela e até a Lua parece de costas para nós...o percorrer do caminho parece feito de espinhos, sublimemente enfeitado com pedaços de vidro de coisa nenhuma, que se partiu e arrastada pelo vento, se espalhou por aqui e por ali...tatuando de restos de alguém o nosso corpo, sinais de incapacidade de dar a mão para o passo seguinte...paramos e reparamos então no detalhe do corpo, no pequeno milhar de pêlos que a cobre e a protege, no medo que nos inspira, mas que tudo o que quer é seguir até ao canto seguinte, livre de medos, devagar, porque na verdade tudo o que nos aterroziza apenas a protege no percurso pela sua sobrevivência...observo com atenção o seu olhar na minha direcção...tento perceber o esboçar do seu sorriso, o brilho perante a luz...o seu sentimento, que me invade e me faz presa...na sua teia...

16 comentários:

Nanda Assis disse...

muito interessante, gostei mesmo.

bjosss...

Pjsoueu disse...

Querida amiga,

Na introspecção visual,no olhar que te observa - observas te a ti mesma no desejo perene de conheceres "o outro" conhecendo te a ti mesma:)

Deixa que uma teia suave te segure e não te amarre em cada gesto vivido:)

beijinhoss, sem teias:)

Pj

Simplesmente Amor disse...

Estar nas teias do sentimento e emaranhar-se nele...
Gostei imenso do que li!

Um beijo carinhoso e uma bela semana para Ti!

EU SOU NEGUINHA disse...

Menina Linda..
A Nega aqui esta com saudades..mas ainda sem pc...adoro estar aqui....
Beijos
Nega

Paulo Tamburro disse...

Com uma aranha destas eu ficava, preso e enroscado o resto da minha vida.

Perfeita!

Princesa disse...

Lindo o que vai por aqui minha amiga
desejo que esteja tudo bem e com a filhota também
" Às vezes, desanimados, pensamos que pouco que fazemos não é senão apenas uma gota no oceano. Mas o oceano seria menor se lhe faltasse uma gota.

Acredite : Você faz a diferença " !.
Beijos

Palma da Mão disse...

Brigada migos/as, acho mesmo que na vida as aranhas e as suas teias começam a fazer mais do que todo um sentido, fazem um sentido único, muito próprio, observá-las durantes uns segundos e tentar perceber a emoção e o perfeito conciliar do movimento de ambas as patas é magestoso:)
beijinhos

Everson Russo disse...

Pior quando a gente cai nessa teia e nao consegue mais sair,,,adorei o "até a lua parece de costas pra nós", muito lindo isso...beijos e um dia de paz.

Escrevo Palavras e choro poemas disse...

Cantinho intenso e qunte esse eim! srsr,Amei!
bj*

Palma da Mão disse...

O mal será não perceber-mos quando chega a hora de partir, e nos damos de bandeja à dor e ao sofrimento de continuar-mos ali quietos e imoveis, à espera do brilho de outrora...
Obrigada
Beijinhos aos dois

Escrevo Palavras e choro poemas disse...

Amei o texto e poster, me sinto presa numa teia q me consome e envolve ,com amor e dor
e nao consigo sair.
seu texto foi perfeito para esse dia!
bj

Palma da Mão disse...

Devemos soltar-nos das teias, e tentar acompanhar, completar, sentirmo-nos completos pela presença lado a lado com a aranha...não devemos nunca permitir um pouco mais que a mão...nem sei o que estou para aqui a dizer...desculpem...hoje é um dia não...
beijinhos

Braulio Pereira disse...

ais....... entao deixa-me enliar na tua teia....
aranha.....
gosto mesmo do teu dia nao.... ehh ejjjj

beijos. na teia.....

Luna disse...

Pode ser um dia não, mas é um belíssimo texto SIM.
Eu, receio sempre ficar presa nas teias. Ou seja onde for. a noção de prisão de dependência, ao mesmo tempo que me assusta, também me atrai. Parece mas não são incoerências. Serão mais...Testar limites.

Bj

Palma da Mão disse...

Meu amigo Braulio, esbocei um sorriso, obrigada, há muito que os meus sorrisos vêm do olhar e da presença feliz da minha filhoca junto a mim, e dos momentos divertidos que passo por aqui, é com dificuldade que do lado de fora da porta consigo sorrir, pareço distante do mundo, e das pessoas que me tentam animar, tudo o que se passa fora daqui chega a ser indiferente, sim, talvez seja insegurança, medo, não sei...mas também deixa para lá, obrigada por estares aqui:)

Luna, obrigada, eu tentei sempre ao longo do meu caminho nunca me perder do que era, do que fui, perdi um dia uma asa, não tentei levantar-me sozinha, esperei que me dessem a mão, essa foi a pior escolha da minha vida, perdi-me de mim e o que até então achava importante para mim, o que eram os meus valores, deixaram de fazer sentido, e passei a viver como que numa redoma, no momento em que o vidro se quebrou, ontem, hoje, amanhã, sinto que deixei de saber voar, mas nunca é tarde para aprender, e a vida é um sorriso, às vezes fechado, outras aberto, os nossos erros, as nossas escolhas, servem muitas vezes de lição, tudo o que fazemos, bem ou mal, deve ser-nos util no futuro, não nos devemos é esquecer nunca que não existimos para mudar ninguém, mas sim para completar:)...beijinhos querida

Braulio Pereira disse...

eu sei
por isso quero fazer-te sorrir..

aqui estamos para ser felizes e re sorrir.

se o consigo fico mais feliz..

deixa pra lá.......maozinha pra cá..

vamos na dança..

nem medos.
nem incertezas..

tem confiança..
e segurança..

obrigado a ti ..

pela tua amizade,,
beijos :)*