19 maio 2010

Resposta a uma comentário anónimo sobre o ultimo post publicado

Este é o comentário:

«É muito parecido ao que aconteceu com a queda da Roma antiga. Os bárbaros só precisaram de entrar, mas esta parte da História ninguém conta: os romanos começaram a viver no laxismo, pois tinham tudo. Por isso praticaram o infanticídio; como começou a haver falta de rendimentos,aumentaram os impostos; como começou a haver falta de soldados romanos, porque não havia nascimentos, começaram a contratar os "bárbaros" para defender as suas fronteiras... Hoje temos uma sociedade idêntica. Por isso, permite-se que os combustíveis estejam caros, que se aumentem os impostos, que se façam obras faraónicas desnecessárias, que muitas crianças sejam vítimas do aborto, que haja "confusões" do que é realmente o casamento.

Se existem dois sexos diferentes, é para se juntarem e darem continuação à vida humana, os gays não fazem isso. E isso é um atentado à humanidade. E vem esta cambada de parolos (o nosso governo) e aprovam o casamento gay. Assim cada vez se vai ver mais cenas nojentas na rua em frente a toda a gente... Lamentável. Só falta mesmo aprovar uma lei a favor da pedofilia que é mais uma cena nojenta deste país.»
18 de Maio de 2010 15:53


Lamentavelmente não poderei responder com todo o respeito, de que gosto e que para mim é incondicional, ao não poder tratá-lo/a pelo seu nome, visto ser alguém sem nome!
Mas nomes à parte, permita-me explicar-lhe uma coisa que parece confundi-lo, um « casamento civil » não é mais do que um contrato entre duas partes que se comprometem ao respeito entre si.
Depois, não é pelo facto de se proibir o casamento entre homosexuais que a natalidade irá subir.
Em relação às cenas nogentas que se observam na rua, palavras suas, tanto são nogentas entre dois homens ou duas mulheres, como são nogentas entre um homem e uma mulher, porque levar o quarto para a rua é por si só algo muito fora de contexto.
Ainda mais uma coisa, comparar a aprovação de uma lei que permite a dois homosexuais contrairem esse contrato de livre e espontanea vontade com uma aprovação de uma lei que permite a pedofilia é , com todo o meu respeito, um verdadeiro absurdo, diria mesmo, uma comparação muito infeliz.
Não é por algumas pessoas condenarem a homosexualidade que ela vai deixar de existir, deve ler mais, e já  notei um enorme gosto por história, recomendo-lhe vivamente uma pesquisa atenta sobre este assunto e reparar que em toda a história a homosexualidade foi tomada como uma coisa normal, se puder, visite também um museu francês em que existe a maior exposição erótica de peças de arte encontradas em escavações romanas, que lhe provará isso mesmo.
Outra coisa, quem somos nós para julgar o outro?!
Se tem filhos pense duas vezes se quererá para eles o seu mundo!!Porque ninguém nasce homosexual, respeite-os, é o minimo que deverá fazer para ser respeitado, e não tenha medo de expor a sua identificação, ainda que falsa, gosto de tratar as coisas pelos nomes, falar para ninguém entristece-me, mas fique descansado, porque a sua opinião não fará com que na minha árvore de Natal  não existam bolas, ou luzinhas a piscar e já agora, jamais faça uma árvore de Natal e um Presépio, porque o Presépio é religioso e a árvore é pagã. Seja sempre conciso naquilo que diz e fundamente-o com nexo.
Com todo o meu respeito, respeite!

9 comentários:

O 25° Guerreiro " O Guerreiro dos Sonhos disse...

Em primeiro lugar gostaria de parabenizar o autor do blog pelo conteúdo que a cada postagem esta mais rico...
Bom quanto ao infeliz comentario do leitor em questão discordo totalmente dele e concordo totalmente com o autor, vivemos em uma sociedade livre e muito sangue teve de ser derramando para que isso acontecesse e não vabe a nós que somos frutos dessas lutas criticarmos e/ou classificar ações como a união de pessoas do mesmo sexo como nojenta pois isso beira a insanidade porque qualquer ser humano por mais inculto que seja não merece ser classificado como nojento haja vista que essa expressão para mim é uma demostração imensa de arrogancia da parte de quem a diz...
Sou heterosexual e não vejo a homoafetividade como algo nocivo a sociedade, tenho absoluta certeza de que os homoafetivos tem sim seu lugar na sociedade e merecem todo respeito como qualquer outro cidadão que paga seus impostos e vive dignamente.
Não tenho filhos ainda mais se os tivesse e um deles optasse por ser homoafetivo teria o maior prazer e a maior felicidade de acolher a sua decisão e lutar junto com ele(a) pela felicidade.
Não se ama pela metade, e não se escolhe quem se ama. Por isso respeitem muito as escolhas do seus semelhantes pois amanha pode ser você a clamar por esse respeito
um grande abraço a todos

Arkan Abdel Sharirar
www.gladiadoralado.blogspot.com

Me permita disse...

Minha querida, para certas pessoas, a indiferença é a melhor resposta... mas, mandou bem! Tenha um ótimo final de semana! Bjs!

Princesa disse...

Um mundo colorido...
um mundo feliz...
um mundo cheio de paz...
um mundo cheio de afeto...
um mundo cheio de serenidade...
um mundo cheio de esperança...
e um dia cheio de alegrias!
Passei para colorir, aquecer e alegrar
um pouco mais seu coração!
beijocas e um lindo, lindo dia

Blue disse...

Mas será que vale a pena ficar se "incomodando" com pessoas anônimas?
Que cada um tenha a sua opinião, mas quando ela é dita, que se assine!
Mas o que seria do vermelho, se todos gostassem do azul?
Liberdade de expressão, liberdade de opinião, mas com respeito.
E assim caminhamos, sempre em busca de algo mais, que nos complete e nos satisfaça.

Beijos

Sonhos e Devaneios disse...

Estranho que sempre vamos encontrar pessoas que nao conseguem se desincilhar de seus preconceitos. Acreditam que o que e certo para elas e certo para todo o mundo.A melhor forma de tratar pessoas assim e o descaso.
beijos joao

Anónimo disse...

É muito gratificante estar navegando na net e depararme com tal resposta. De fato lhe parabenizo e desejo que cotinues a galgar de forma sublime este seu blog. Parabéns pela divagação!

Palma da Mão disse...

Obrigada meus/minhas amigos/amigas, obrigada também ao anónimo, e já agora, divago e galgo quanto eu assim entender, desque que eu me entenda e os meus amigos também, o resto é só pormenor:)
beijinhos

TigresA disse...

loool so agr é k vi... ha gente mt estupida msm n há???? loool

Palma da Mão disse...

...Acho que te respondi miga.
Beijinhos