13 abril 2010

Reais?

Seremos mesmo reais?...Ou fruto da imaginação de quem nos quer ou não quer...
Seremos terra...pó? Seiva da vida...esculpida por entre memórias e rascunhos de alguém...perdidos nos escombros de sonhos alheios...que afinal não nos pertencem....não somos de ninguém!

9 comentários:

Ava disse...

Que belo está seu blog!

Minha admiração por tanto carinho e dedicação.

Questionamentos...

As vezes não temos mesmo a real noção do que somos...

As vezes somos até virtuais...rs

Mas o pior, é essa sensação de estar perdido entre escombros de sonhos alheios...

Puxa, reflexão angustiante...


Beijos meus!

Helô Müller disse...

Bela imagem e belas palavras! Teremos se ser aceitos pra virmos ao mundo... Sei lá, mas caberá a nós zelarmos por nós mesmos, sempre!
Beijos, amiga!!
Helô

Princesa disse...

Os amigos são como anjos e estrelas,
tu nem sempre os vês, mas sabes que
sempre estão lá. Um lindo restante de
semana, bjs.

Palma da Mão disse...

É...somos árvores....cheias de folhas que muitas vezes não dão a sombra que todos querem...mas que outras vezes também muitos desejam...
Beijinhos e obrigada pelo vosso carinho.
Devo-vos uma visita que não tardará a chegar:)

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá amiga bom dia:

Aqui estou presente e desde já te peço desculpa por estar ausente da minha presença aqui neste teu lindo cantinho mas, a explicação é bem simples mas descurada por mim que a seguir te indico o motivo.

Eu quase sempre quando respondo aos meus amigos(as) guio-me pelos Bloques que tenho linkados na faixa lateral direita azul de meu blogue e, verifiquei agora que o teu não estava lá mencionado, daí a razão deste meu lapso.

Olha que não tenho motivo algum em contrário da tua parte para o fazer, pois sempre gostei imenso de aqui vir e te admiro muito pela forma em como tu expões teus posts.

Espero que não leves a mal este meu lapso que, até eu já sentia faltar aqui algo que não me apercebia.

Sobre este teu Post:

Está aqui uma realidade muito grande que ao mesmo tempo se torna pesada para quem meditar muito a sério no que aqui dizes.

Sermos reais ou fruto da imaginação é uma coisa muito complexa para qualquer mentalidade que opte pelo lado realista.

Tanto que se pode pensar sobre isto que não poderá ter fim.

Todo o ser humano nasce, vive e morre mas, durante esse tempo sendo ele poucos ou muitos anos,
existe uma forma de vida em nós.

Resta pois saber como interpretrá-la e senti-la da forma que mais nos assemelhe.

Reais
Imaginários
Terra ou pó
Seiva da vida
Rascunhos de alguém
Perdidos nos escmbros alheios
Não somos ninguém.

Destas formas de vida acho no meu imaginário terrestre que estamos inseridos em alguns, resta agora saber-mos na realidade qual deles está a nossa inserção

Tenho para comigo uma certa mitologia desde que me entranhei na vida terrestre em tudo o que ela me deu a conhecer respeitante a isto que é:

O ser ou não ser.

A questão está aí, porque afinal, com o passar do tempo somos sempre alguém num tempo, e não somos ninguém noutro tempo.

Como sempre, um post maravilhoso saído de uma pessoa que é alguém, pois se não o fosse, não nos brindava com estes posts tão
belos e que são sentidos ser saídos de ti com alma e coração.

Bijos, bom fim de semana e muitas felicidades boa amiga.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

Palma da Mão disse...

Curvo-me humildemente para vos dizer, com um sorriso, obrigada:)
Beijinhos mil

Sonhos e Devaneios disse...

ah minha querida voce deve ser fruto de minha imaginação...so pode ser ....tao bela e com tanto conteudo....

beijos joao

Palma da Mão disse...

Oh meu amigo João, também tenho defeitos, rs, mas aprendi com a vida a conviver com eles:)
Beijinhos e obrigada pelo carinho:)